Henrique e Juliano vão pagar R$ 300 mil à família de funcionário eletrocutado

Carlos Barbosa de Souza morreu durante montagem da estrutura de show da dupla; pais e 8 irmãos da vítima serão beneficiados

| TOP MíDIA NEWS/RAYANI SANTA CRUZ


A dupla Henrique e Juliano terá de pagar R$ 308 mil para a família de Carlos Barbosa de Souza, funcionário que morreu eletrocutado durante a montagem da estrutura do show dos sertanejos.

 

Segundo o R7, a decisão saiu nesta quarta-feira (12) após audiência realizada na 1ª Vara do Trabalho de Goiânia do 18º Tribunal Regional do Trabalho.

 

O incidente aconteceu em fevereiro do ano passado horas antes de uma apresentação em Uberaba, Minas Gerais, que foi cancelada na ocasião.

 

O advogado que representa Henrique e Juliano, Maurício Vieira de Carvalho, explicou ao R7 que desde o dia do acidente e antes mesmo de serem acionados na Justiça, os sertanejos prestaram todo apoio para a família do funcionário.

 

"O intuito dos artistas sempre foi a composição. A dupla se predipôs não só a arcar com as dispesas de velório, translado, translado da família, como a dar todo apoio necessário para a família. Antes de a ação judicial ser ajuizada, tentamos por mais de três, quatro vezes uma composição para que não fosse necessária a judicialização. Mas, de fato, não foi possível e agora em juízo conseguimos essa composição", esclareceu.

 

Carvalho disse que a ação judicial era alta, chegando a quase R$ 2 milhões porém, mediante acordo, foi possível chegar ao valor de R$ 308 mil. No total, 10 familiares da vítima serão beneficiados. 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE