Após não fechar acordo com a Globo, Bolsonaro volta atrás e deve ser sabatinado pelo Jornal Nacional

Presidente havia exigido que entrevista fosse feita diretamente do Palácio da Alvorada, em Brasília

| MIDIAMAX/GUILHERME CAVALCANTE


Jair Bolsonaro durante entrevista em 2018, no JN | Foto: João Cotta | TV Globo

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou atrás e deverá participar de série de entrevista com presidenciáveis que serão feitas ao vivo no Jornal Nacional, neste mês de agosto. A confirmação foi feita nesta sexta-feira (5), após a emissora divulgar que não entrou em acordo com as condições exigidas pelo pré-candidato à reeleição.

A confirmação de Bolsonaro na tradicional sabatina do Jornal Nacional é uma reviravolta. De acordo com o comunicado da TV Globo, divulgado na última quinta-feira (4), o presidente não teria aceitado ir presencialmente à sede do JN, no Rio de Janeiro, para a entrevista - a condição era exigida a todos os presidenciáveis.

Todavia, na manhã desta sexta-feira, de acordo com o Estadão, o chefe do Executivo cedeu e confirmou presença.

A exigência do presidente era para que a entrevista ocorresse direto do Palácio da Alvorada, em Brasília, alegando problemas de agenda. A Globo, por sua vez, havia comunicado o cancelamento da entrevista por não poder abrir exceções a nenhum candidato.

“O candidato Jair Bolsonaro (PL) não aceitou as regras da entrevista. Apesar de saber desde as entrevistas do g1 e da GloboNews que as sabatinas seriam feitas nos estúdios da Globo, a assessoria de Jair Bolsonaro (PL), na quarta-feira (3) e na quinta (4), condicionou a concessão da entrevista a que ela fosse realizada no Palácio da Alvorada', traz nota da emissora.

“Depois das eleições de 2014, porém, a Globo decidiu que sempre realizaria as entrevistas de todos os candidatos à Presidência da República em seus estúdios, de forma a demonstrar que todos os candidatos são tratados em igualdade de condições. A regra não foi contestada pela assessoria de Bolsonaro quando das entrevistas no g1 e na GloboNews'.

'A Globo rejeitou o pedido da assessoria. No fim da noite de quinta-feira, a assessoria de Bolsonaro enviou e-mail reiterando a disposição de conceder a entrevista, desde que ela seja realizada no Alvorada, alegando para isso compromissos de campanha anteriormente assumidos. Diante das regras anunciadas reiteradas vezes, a Globo rejeitou o pedido e, por isso, a entrevista não será realizada', diz o comunicado.



Comentários

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE