Justiça paraguaia manda prender ex-prefeito de Zanja Pyta

Político é acusado de ser o dono de quase meia tonelada de maconha apreendida em Pedro Juan Caballero

| MIDIAMAX/MARCOS MORANDI


Mandado foi expedido contra Ramón Velázquez (Foto: Reprodução/Redes sociais)

O ex-prefeito de Zanja Pyta, no Departamento de Amambay, pode ser preso a qualquer momento pela Polícia Nacional do Paraguai por tráfico de drogas. O mandado contra Ramón Velázquez foi expedido promotor Celso René Morales, da unidade especializada de combate ao narcotráfico.

Segundo informações da Rádio Futura 97.5 FM, a polícia já tem provas de que os 388 quilos de maconha, encontrados nesta quarta-feira (28) em um terreno baldio em Pedro Juan Caballero pertence ao político.

A droga foi apreendida pelos agentes da Senad (secretaria Nacional Antidrogas). Ao entrarem em um imóvel, os agentes perceberam que não havia ninguém dentro da propriedade no momento.

Durante a verificação do local, os agentes detectaram que havia uma abertura no fundo do muro que ligava a um terreno baldio onde a maconha foi despejada. Na residência investigada, foram apreendidos um veículo, balanças e tambores, aparentemente usados ​​para transportar a droga.



Comentários

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE