Irmãos morrem após cairem em poço com 30 metros de profundidade

Um sargento do Corpo de Bombeiros também foi parar na UTI de um hospital

| ADRIANO FERNANDES / CAMPO GRANDE NEWS


Militares no poço onde as vítimas morreram após a queda. (Foto: O Pantaneiro)

Os irmãos Lucas Marques Monteiro, de 30 anos e Jonas Marques Monteiro, de 28, morreram depois de cairem em um poço com 30 metros de profundidade, no Jardim Independência, em Anastácio, cidade a 122 quilômetros de Campo Grande. Um militar do Corpo de Bombeiros que ajudou no resgate dos corpos também foi parar na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

De acordo com o site O Pantaneiro, um dos irmãos entrou no poço para tentar retirar uma peça que caiu e ficou presa em uma plataforma, que fica a poucos centímetros acima do nível da água do poço. Ele começou a passar mal e diante da situação o outro rapaz tentou socorrê-lo, mas também acabou perdendo a consciência minutos depois.

Um tio das vítimas que presenciou todo o acidente foi quem acionou o resgate. Um dos corpos foi encontrado na plataforma em que estava o motor. Já o outro irmão estava submerso em uma profundidade de aproximadamente 8 metros na água.

A polícia suspeita que os irmãos tenham desmaiado após inalarem grande quantidade dos gases expelidos pelo motor com a queima de óleo diesel, utilizado como combustível para a bomba d'água. O motor fica instalado no fundo do poço, o que aumenta as chances de concentração dos gases.

A hipótese de afogamento está praticamente descartada pelos peritos e investigadores da Polícia Civil de Anastácio, chefiados pelo delegado Gabriel Salles, que atendeu a ocorrência. Vários militares foram mobilizados na operação de resgate dos corpos, que só foram retirados no começo desta noite.

Foi necessário o uso de cilindro de oxigênio no resgate e alguns bombeiros precisaram receber atendimento médico. O sargento Fábio dos Santos, de 38 anos, foi parar na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Regional de Aquidauana, depois de descer até o fundo do poço, sem todos os equipamentos de segurança.

Enquanto estava no fundo do buraco, acompanhado por um colega que estava com o cilindro, Fábio começou a ficar desorientado. Ele foi socorrido quando estava prestes a desmaiar, foi encaminhado ao pronto socorro de Aquidauana onde permanece internado em observação, mas consciente e orientado.



Comentários

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE