Polícia Militar Ambiental de Batayporã autua empresa em R$ 1,5 mil por extração e venda ilegal de minério de arenito na cidade de Ivinhema

| PMMS / EDNILSON PAULINO QUEIROZ


ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS - (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ

Campo Grande (MS) – Durante fiscalização ambiental, depois de receberem denúncia de movimentação de aterro ilegalmente na cidade de Ivinhema, Policiais Militares Ambientais de Batayporã autuaram hoje (27), uma empresa que realizava extração de aterro sem autorização ambiental. A equipe foi a uma obra onde havia muito aterro em frente e já espalhado nos alicerces para nivelamento, local da denúncia.

Arenito espalhado na obra.

O proprietário da obra alegou que comprara a terra de uma empresa de terraplanagem, com sede na cidade de Ivinhema mesmo, a qual teria realizado diversas viagens com caminhões e que fora devidamente paga pelos serviços. Localizado, o responsável pela empresa não possuía as devidas licenças ambientais necessárias para a realização da atividade comercial e de mineração. As atividades foram interditadas.

A empresa infratora foi autuada administrativamente e foi multada em R$ 1.500,00. Os responsáveis também responderão por crime ambiental de funcionar atividade potencialmente poluidora em desacordo com a autorização ambiental. A pena é de um a seis meses de detenção.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS - (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500



Comentários

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE