MPMS investiga prefeito de Deodápolis por concessão de gratificações a servidora pública

MPMS também quer saber qual o critério adotado pelo prefeito Valdir Luiz Sartor nos indícios de irregularidades na compatibilidade dos horários de trabalho de Ana Lúcia Alves de Souza, que também é vereadora

| MIDIAMAX/ELIAS LUZ


MPMS abre mais dois inquéritos contra prefeito de Deodápolis (cidade em vista aérea). Foto: Reprodução/Redes Sociais

O MPMS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) instaurou, nesta quarta-feira (27), inquérito civil – de nº 06.2022.00000174-8 – contra o prefeito de Deodápolis, Valdir Luiz Sartor, por prática de improbidade administrativa.

O promotor de Justiça de Deodápolis, Anthony Állison Brandão Santos, quer saber qual o critério adotado pelo prefeito na concessão de gratificações à servidora Ana Lúcia Alves de Souza, que também é vereadora do município, além de indícios de irregularidades na compatibilidade nos horários de trabalho. 

MPMS abre outro inquérito contra prefeito de Deodápolis

Em outro inquérito civil – de nº 06.2022.00000350-2 -, o prefeito Valdir Luiz Sartor vem sendo investigado também por indício de improbidade administrativa. Porém, neste caso, o processo só pode ser visto – no site do MPMS – mediante senha, demonstrando grau de sigilo nas investigações. Nos dois processos em que o prefeito é investigado, as denúncias foram feitas de forma anônima. 



Comentários

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE