Moradores querem saber se clubes de tiro são permitidos em área de proteção

| CAROLINE MALDONADO / CAMPO GRANDE NEWS


Fachada de clube de caça na Estrada Santa Maria (Foto: Marcos Maluf)

Moradores da região do APA (Área de Proteção Ambiental) do córrego Lajeado estão incomodados com a instalação de clubes de caça e tiro nas proximidades dos sítios, que ficam na saída para Três Lagoas, próximo ao Aeroporto Santa Maria. Dois clubes estão sendo instalados na área, segundo o presidente da Associação de Moradores dos Sítios Santa Maria, Eduardo de Oliveira Carvalho.

A associação enviou ofício ao Conselho Gestor da APA do Lajeado com cópia para a 42° Promotoria de Justiça de Campo Grande, perguntando se os clubes podem se instalar em uma área de proteção ou se estão irregulares.

Eduardo acredita que além dos barulho de tiros incomodar os moradores pode ser poluição sonora prejudicial aos animais da área. As 54 chácaras habitadas têm 250 moradores, segundo o presidente da associação.

“Nós moradores temos que seguir diversas exigências para preservação ambiental. Não podemos ter animais como porco e galinha, nem fazer nada que possa poluir o lençol freático. São uma série de coisas que não podemos fazer e somos fiscalizados quanto a isso. Aí, de repente, começam a se instalar clubes de tiro, que são altamente poluentes sonoros e fazem barulho que espanta os animais, além de um deles estar em frente ao aeroporto', comenta o presidente da associação.

Sem saber se as instalações dos clubes estão de acordo com as normas ambientais de área de proteção, os moradores aguardam posicionamento dos órgãos competentes.

A reportagem aguarda resposta da Prefeitura de Campo Grande sobre o assunto e também posicionamento da direção de um dos clubes que está se instalando na região, que foi contactado via WhatsApp. A associação não informou a localização ou contato do outro clube mencionado no ofício ao Conselho Gestor da APA.



Comentários

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE