“Quem é da fronteira, conhece a fronteira”, diz prefeito após morte de vereador

| ALINE DOS SANTOS / CAMPO GRANDE NEWS


Vereador Farid Afif (à esquerda) e prefeito Helio Peluffo. (Foto: Reprodução/Facebook)

O prefeito de Ponta Porã, Helio Peluffo (PSDB), afirmou na manhã deste sábado (dia 9), que “quem é da fronteira, conhece a fronteira'. Ontem, o vereador Farid Afif (DEM), 37 anos, foi executado quando circulava de bicicleta pela cidade, vizinha a Pedro Juan Caballero (Paraguai).

De acordo com o prefeito, ele e toda a cidade estão consternados. A reportagem questionou se a execução de um parlamentar assusta a classe política. “Não sei te dizer, tem que se atentar às investigações'. O vereador, a exemplo dos outros 16 integrantes da Câmara Municipal, era da base aliada do chefe do prefeito.

O Campo Grande News questionou se o chefe do Poder Executivo pretende pedir reforço policial à Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) ou se já desistiu diante da escalada da violência no município fronteiriço. O prefeito disse que a pergunta era inconveniente e a ligação foi encerrada.

Ainda na sexta-feira, o prefeito de Ponta Porã lamentou a morte por meio da rede social Facebook. 'Que Deus console o coração dos amigos e familiares do vereador Farid Afif', postou.

A Câmara de Vereadores de Ponta Porã emitiu nota de pesar pela morte do parlamentar. 'Neste momento de dor e luto, rogamos a Deus, que conforte os corações de seus familiares e amigos'.

Farid Afif foi executado em frente a uma concessionária na Rua Paraguai. A suspeita inicial da polícia é de que a vítima tenha sido alvo de disparos de pistola calibre 45.



Comentários

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE