Prefeitura de Caarapó já distribuiu mais de 1,5 mil cobertores entre famílias necessitadas

| AGAZETANEWS


A prefeitura Municipal de Caarapó, através da Secretaria de Assistência Social, deu início à campanha de agasalhos e cobertores mais cedo neste ano de 2021. Na primeira frente fria, que ocorreu no início de abril, as entregas já haviam sido iniciadas e, com a chegada de novas ondas de frio, a distribuição foi intensificada, ultrapassando a marca de 1.500 cobertores.

Uma parte dos cobertores entregues foi adquirida com recursos próprios da prefeitura e outra foi encaminhada pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul através da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (SEDHAST).

As entregas foram realizadas pela Assistência Social através das equipes dos CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), que, após triagem, priorizou-se o atendimento às famílias em situação de vulnerabilidade que não foram atendidas com cobertores nos anos anteriores, bem como com a presença de crianças, gestantes, idosos e pessoas com deficiência na casa.

“Como essa concessão ocorre todos os anos, reforçamos com as famílias atendidas a importância de cuidar dos cobertores para que no próximo ano possamos atender outras famílias”, observou a secretária de Assistência Social de Caarapó, Janaína Guedes.

“Ainda sobre ações realizadas no inverno, a equipe do CREAS, que é o Centro de Referência Especializado de Assistência Social, intensificou os atendimentos às pessoas em situação de rua, tanto para dar encaminhamento aos que são de fora - com oferta de passagens, por exemplo -, como para tentar sensibilizar os que são moradores da cidade a voltar para casa, pois apesar de possuírem residência e família encontram-se na rua em razão da dependência química. São ofertados ainda a este público, nos dias de frio mais intenso, cobertores, alimentos prontos, roupas e calçados”, acrescentou a secretária.

Janaína Guedes informa ainda que a Secretaria de Assistência Social continua a receber donativos destinados às famílias em situação de vulnerabilidade. “Se alguém quiser fazer qualquer tipo de doação – roupas, agasalhos, calçados, alimentos, colchões, móveis, por exemplo – é só levar a alguma unidade da nossa rede de assistência social, ou mesmo entrar em contato conosco, que iremos buscar”, esclareceu a secretária.

O prefeito André Nezzi destaca que aquecer quem tem frio e não tem como se agasalhar é uma questão de solidariedade e calor humano, e incentiva as doações. “Junto com o Governo do Estado, adquirimos centenas de cobertores para atender as famílias necessitadas nesse período de frio intenso, mas são necessários outros atendimentos ao longo do ano. Por isso, pedimos a todos que, se puderem ajudar, façam a sua doação, que será muito bem-vinda”, disse o dirigente. “A falta de calor humano é que causa o frio mais intenso. Por isso, doe de coração”, conclamou o prefeito.



Comentários

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE