Quatro policiais militares são presos em operação contra corrupção na PM

Os PMs são investigados por envolvimento em desvios de materiais apreendidos em barreiras e de recebimento de propina

| CAMPO GRANDE NEWS / VIVIANE OLIVEIRA E CLAYTON NEVES


Movimentação de policiais militares com carro descaracterizado em frente a Corregedoria da PM (Foto: Henrique Kawaminami)

A Operação Ave Maria, deflagrada pela Corregedoria da Polícia Militar, na manhã desta quinta-feira (26), já prendeu 4 policiais militares. Os nomes completos ainda não foram divulgados. Apenas dois deles foram identificados como Anderson e Gilmar.

A ação é realizada contra suspeitos de corrupção e cumpre 13 mandados, sendo sete de busca e apreensão e seis de prisão preventiva.  Todos foram cumpridos em Sidrolândia e Campo Grande. Por volta das 8h, o primeiro preso chegou em viatura descaracterizada na sede da Corregedoria, na rua José Gomes Domingues, no Bairro Santa Fé.

Depois, há cerca de 20 minutos, outros 3 PMs foram levados para a Corregedoria, nenhum algemado. Os 2 primeiros a chegar tiveram acesso ao estacionamento. Os outros 3 pararam na frente do prédio, mas esconderam o rosto ao entrar. Eles serão levados ainda hoje para o Presídio Militar, localizado no Complexo Penal do Jardim Noroeste. 

Os policiais são investigados por suspeitas de envolvimento em desvios de materiais apreendidos em barreiras policiais e de recebimento de propina. O nome da ação faz alusão à cidade de Sidrolândia, que tem a frase “Ave Maria' descrita em sua bandeira. Caixas com documentos, computador, uma mochila e uma mala também foram apreendidos durante a ação. 

Em nota a PM informou que não compactua com nenhum tipo de desvios por parte dos seus policiais militares, procedendo à apuração de todas as irregularidades de que tem conhecimento, preservando o direito ao contraditório e ampla defesa . São cinco mandados de prisão preventiva em Sidrolândia e um na Capital Assista, abaixo, vídeo da movimentação no prédio da Corregedoria. 



Comentários

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE