Condutor de carro que caiu no córrego e matou adolescente ganha liberdade

Acidente aconteceu em janeiro de 2017 e matou a adolescente Isabela da Silva de 15 anos

| ANA PAULA CHUVA E SILVIA FRIAS / CAMPO GRANDE NEWS


Carro que era conduzido por Rafael caído no córrego em 2017. (Foto: Fernando Antunes Aquivo)

Rafael Cabral dos Reis, 28 anos, condutor do do carro que caiu no córrego e causou a morte de Isabela da Silva, 15 anos, na madrugada do dia 15 de janeiro de 2017, ganhou a liberdade provisória. A prisão preventiva dele foi decretada em agosto de 2018, mas mandado foi cumprido apenas em 2021.

O acidente aconteceu no cruzamento da Rua Petrópolis com a Avenida Lúdio Martins Coelho, na entrada do Conjunto União em Campo Grande. Ao todo havia sete ocupantes no veículo e além de Isabela, duas outras meninas, 17 e 20 anos ficaram feridas.

Rafael foi considerado responsável pelo acidente e em 31de agosto de 2018 teve a prisão preventiva decretada. No entanto em fevereiro de 2020, o promotor Rodrigo Yshida Brandão, encaminhou um ofício aguardando o cumprimento do mandado de prisão ainda em aberto.

Com isso, o juiz Olivar Augusto Coneglian, da 2ª Vara Criminal de Campo Grande, determinou que fosse cumprido o mandado que tinha como validade janeiro de 2029. A Polícia Civil de Sidrolândia no entanto, prendeu Rafael apenas no dia 4 de março de 2021. O motivo a demora para o cumprimento da prisão não foi divulgado.

Após a prisão de Rafael, a defesa entrou com recurso alegando que não existem mais motivos para manter a preventiva, já que o acusado não oferece ricos de ordem pública, tem residência fixa  e um filho de três anos que depende dele.

Conforme a publicação no Diário da Justiça desta quinta-feira (22), o recurso foi acatado e Rafael teve liberdade provisória decretada.

 “Isto posto, concedo o benefício da liberdade provisória ao denunciado Rafael Cabral dos Reis. Fixo as medidas cautelares previstas no art. 319, IV e V, do Código de Processo Penal, consistentes na proibição de ausentar-se da Comarca de sua residência, além do recolhimento domiciliar noturno (a partir das 20h00min às 06h00min)', diz a publicação.

O acidente - Rafael seguia em veículo GM Monza, de cor branca, em alta velocidade e tinha como passageiros mais seis pessoas, quando perdeu o controle da direção em uma curva, bateu a roda na mureta e caiu no córrego Lagoa.

O corpo de Isabela foi lançado e encontrado para fora do carro. Após o acidente, os homens fugiram e deixaram as meninas no local. Duas mulheres que estavam no automóvel ficaram feridas e foram socorridas à Santa Casa.



Comentários

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE