Jovem morre 18 dias após ser atropelado por condutor que avançou preferencial

Anderson da Silva Figueiredo, de 26 anos, estava internado desde o acidente no Hospital da Vida

| ADRIANO FERNANDES / CAMPO GRANDE NEWS


Motocicleta que era pilotada pela vítima na noite do crime. (Foto: Ligado na Notícia)

O motociclista Anderson da Silva Figueiredo, de 26 anos, que foi atropelado há 18 dias por uma caminhonete que avançou a preferencial de um cruzamento, morreu nesta terça-feira (20), no Hospital da Vida, em Dourados, cidade a 233 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o portal Ligado Na Notícia, na noite de 2 abril, Anderson pilotava uma motocicleta Honda Titan pela Avenida Weimar Gonçalves Torres, no sentido Centro/bairro, quando o motorista, de 46 anos, de uma caminhonete S10 avançou o sinal de 'Pare' da Rua João Rosa Góes, e atropelou a vítima.

Anderson foi encaminhado pelo Corpo de Bombeiro em estado gravíssimo para o Hospital da Vida e estava internado na unidade de saúde, desde então. A Polícia Militar esteve no local do acidente e registrou o boletim de ocorrência, contudo, não há informações sobre os procedimentos adotados em relação ao condutor da caminhonete.



Comentários

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE