Idoso é flagrado abusando de cachorro em rua do Rita Vieira

Homem foi filmado com o zíper da calça aberto e manchas de sangue na roupa, depois de ter largado o cão

| ADRIANO FERNANDES / CAMPO GRANDE NEWS


“Senti muito nojo, fiquei revoltado na hora, porque se ele tem coragem de fazer isso com um animal indefeso, imagina se ele encontra uma criança na rua e coloca no carro?', questiona Wenderson. O barbeiro conta que o homem deixou o local em um veículo Fox branco. A testemunha suspeita que o idoso estava de passagem pela rua quando viu o animal e decidiu parar. “Eu filmei a placa e tentei acionar a Polícia Militar, mas não pude esperar até ser atendido. Tive que deixar o local porque tinha um outro compromisso', relata.

A reportagem compartilhou o vídeo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), que vai encaminhar policiais no local do suposto abuso. O órgão também deve acionar a Decat (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista), uma vez que a identificação do idoso depende de uma investigação mais apurada da Polícia Civil. Caso seja comprovado o crime de maus-tratos o idoso pode ser multado e,  se condenado, pegar de dois a cinco anos de prisão.

Maus-tratos - Nesta segunda-feira (19) outro caso de maus-tratos em Água Clara, ganhou repercussão nacional após ser denunciado pela ativista da causa animal, Luisa Mell. Em vídeo um adolescente, de 13 anos, aparece torturando um papagaio e enfiando o pênis na boca de um cachorro. As ações seriam ordens de líderes de chat virtual para pratica dos crimes. O garoto foi ouvido pela polícia e liberado logo em seguida, no entanto, a mãe do adolescente, de 46 anos, foi multada em R$ 9 mil pela PMA (Polícia Militar Ambiental), por manter o papagaio em cativeiro e pelos maus-tratos praticados pelo filho contra os animais.



Comentários

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE