Coluna do Pigosso: NOVOS RUMOS

| ADEMIR PIGOSSO


Divulgacao

NOVOS RUMOS

O município de Ivinhema – MS, localizado ao sul do estado de Mato Grosso do Sul, distante da capital Campo Grande por aproximadamente há 285 quilômetros, vem ganhando destaque no cenário nacional, tendo como referência a produção de café, mandioca, urucum, cana-de-açúcar, criação de frangos, suínos e pecuária.

Um produto que vem chamando a atenção dos ivinhemenses é a volta da cultura da soja. Produto esse que já foi cultivado há algumas décadas, por produtores vindo do estado de São Paulo, e agora a soja passa a ser um destaque entre os produtores rurais de Ivinhema.

A soja é uma cultura de grande importância econômica para o Brasil, sendo a principal cultura do agronegócio brasileiro. Ela é uma planta originária da região denominada Manchúria, que fica no nordeste da China. Já no Brasil, teve sua expansão na década de 1970. O nosso estado é um dos maiores produtores de soja.

Para nós, esse valioso grão passa a ditar as regras no mercado agrícola. Veja, fazendo um paralelo com a mandioca: tempo de cultivo mais curto, podendo assim obter até duas safras ano; venda da safra antecipada; moeda de comercialização dólar, pois a maioria da produção vai para a exportação e a colheita poderá ser feita durante o dia e a noite. Além disso, a soja é um produto que dita as regras do mercado e ainda serve para alimentação humana e animal.

No entanto, vale a pena acrescentar que nem tudo é maravilha, pois a soja é, sem dúvida, um dos produtos que tem necessidade de controle de pragas e na maioria das vezes, se beneficiam de sementes geneticamente modificadas ou uso de venenos perigosos, ambos causando danos à saúde humana e animal.

Esta cultura está chamando a atenção também devido as grandes dificuldades que os produtores rurais estão enfrentando, tanto no campo da produção quanto da colheita. Baixo valor da raiz, poucas disponibilidades de áreas para o cultivo, cuidados com a corona, onde a colheita da mesma exige mais pessoas e estamos em plena pandemia.

A procura por área para o cultivo de soja tem sido muito grande, enquanto a de mandioca está em queda. Assim, Ivinhema passa a ter outros olhares: dá capital da mandioca a ser namorada pela soja.

Todo alimento é fonte de vida, porém vida com qualidade.

(Ademir Pigosso)

 

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Site AconteceuMS



Comentários

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE