Polícia apreende 1.000 quilos de agrotóxico ilegal avaliados em R$ 2 milhões

Produto contrabandeado estava em caminhão apreendido na zona rural de Ponta Porã

| CAMPO GRANDE NEWS


Policial do DOF descarrega agrotóxico escondido em sacos de sementes (Foto: Divulgação)

Uma tonelada de agrotóxicos contrabandeados foi apreendida nesta quinta-feira (14) por policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai. De comércio proibido no Brasil, o produto chega a Mato Grosso do Sul pela fronteira com o país vizinho, porta de entrada também de armas, cocaína e maconha.

Os 1.076 quilos de produtos sólidos e 370 litros de pesticidas líquidos estavam em um caminhão abandonado pelos contrabandistas antes da chegada dos policiais. A carga foi avaliada em R$ 2,2 milhões.

De acordo com a assessoria de comunicação do DOF, a apreensão ocorreu no início da noite na MS-164, zona rural de Ponta Porã. A rodovia liga o município fronteiriço a Dourados e a Maracaju e se tornou a principal rota do contrabando e do tráfico com destino a Campo Grande e aos demais estados das regiões Centro-Oeste e Norte.

O caminhão com a carga ilegal e uma picape Fiat Strada usada pelos batedores foram abandonados em uma lavoura de soja. Possivelmente os contrabandistas perceberam a chegada dos policiais e fugiram. Os veículos estavam equipados com rádios comunicadores.

Os pacotes de agrotóxico estavam dentro de sacos de sementes, artimanha usada pelos contrabandistas para tentar enganar a fiscalização. A equipe do DOF fez buscas nos arredores, mas não localizou os responsáveis pela carga.

O agrotóxico e os veículos foram encaminhados à Receita Federal em Ponta Porã. No dia 5 deste mês, o DOF apreendeu 3.500 quilos de defensivos agrícolas contrabandeados em Maracaju. As duas apreensões juntas estão avaliadas em R$ 9 milhões.



Comentários