Detento é baleado, dá nome falso e é preso em posto de saúde

À polícia, o homem disse que se apresentou com outro nome porque não deveria estar na rua

| CAMPO GRANDE NEWS


Detento após receber atendimento em UPA. (Foto: Alfredo Nto/JPNews)

Detento do regime semiaberto, de 30 anos, foi baleado na noite de ontem (6) e acabou preso no momento em que procurava atendimento numa UPA (Unidade de Pronto Atendimento). O caso ocorreu em Três Lagoas, cidade distante a 338 quilômetros de Campo Grande.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 23h20, com a informação de que um homem baleado havia dado entrada na UPA. Ele apresentava um ferimento no braço esquerdo.

Aos militares, o homem se identificou como Gabriel e disse que estava caminhando pela Rua Maria Guilhermina Estevam, quando sentiu um impacto no braço e percebeu que havia sido baleado.

Segundo o boletim de ocorrência, o homem ainda disse que não viu quem fez o disparo, mas que estava bem e não queria levar o caso à Polícia Civil.

Os militares desconfiaram e abordaram a namorada da vítima, que aguardava na recepção da UPA. Ela acabou contando que o nome verdadeiro do homem era Renan.

À polícia, o homem acabou confessando que se apresentou com nome de outra pessoa porque estava cumprindo pena no regime semiaberto, e não poderia estar na rua naquele horário.

Na UPA, os médicos constataram que ele foi atingido por um tiro de espingarda de pressão.



Comentários