Mais da metade dos pacientes internados em UTI são vítimas da covid

Para cada paciente internado com qualquer tipo de problema, há outro internado especificamente com complicações pelo coronavírus

| CAMPO GRANDE NEWS


Leito de terapia intensiva, que atende casos mais complexos de pacientes com covid-19 (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

Os leitos de terapia intensiva em Mato Grosso do Sul são ocupados por pacientes com diversos agravos de saúde, mas nesta terça-feira (15) a maior parte está concentrada apenas em pacientes com a covid-19. Além disso, na última semana, a proporção de casos do novo coronavírus em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nunca foi tão grande.

Segundo levantamento feito pelo Campo Grande News, aproximadamente 56% das vagas eram de pacientes com o vírus até a manhã de hoje. Isso significa que há 236 sul-mato-grossense se tratando dessa doença em leitos de terapia intensiva, enquanto outros 205 são de quaisquer outros problemas.

Com base em dados do painel Mais Saúde, elaborado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), foi verificado que o ápice de pacientes internados em UTI se deu no último sábado (12), quando 65,15% dos pacientes eram de covid-19. Já o menor índice aconteceu em 4 de novembro, quando 24,8% dos pacientes em terapia intensiva eram de coronavírus.

Veja a proporção entre casos de covid-19 em relação a todos os casos, ao longo dos últimos cinco meses de pandemia, em hospitais públicos e privados:

Veja os números absolutos de pacientes ocupando leitos não covid e leitos específicos para a doença, do início de julho até agora, em Mato Grosso do Sul:

Capital - Analisando apenas Campo Grande, a crescente é semelhante. Os ápices no período analisado aconteceram também no último sábado (12), quando 64% dos leitos eram covid-19 e em 6 de dezembro, com 59,8%.

Até então, a taxa mais alta havia sido apresentada em 26 de setembro, no primeiro ápice da pandemia na cidade e Estado. Já a taxa mais baixa aconteceu em 2 de novembro, com 15% dos leitos ocupados para pacientes com coronavírus.

Veja os números absolutos de pacientes ocupando leitos não covid ou leitos específicos para a doença, do início de julho até agora, em Campo Grande:

Dados - Como forma de incentivar a transparência, o levantamento feito pela reportagem encontra-se disponível na íntegra por meio do link. Os dados oficiais do painel Mais Saúde foram consultados na manhã desta terça-feira.



Comentários

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE