A caminho de festa de aniversário, motorista atropela e mata pedestre

Por apresentar sinais de embriaguez e afirmar que havia bebida, o condutor foi preso em flagrante

| VIVIANE OLIVEIRA / CAMPO GRANDE NEWS


Elenilda Roque Pereira, 37 anos, morreu atropelada por um Ford Fiesta, na noite de ontem (20), na Rua Agostinho T. Mônaco, na Vila Guarani, em Corumbá, distante 419 quilômetros de Campo Grande. O motorista de 24 anos foi preso em flagrante por apresentar sinais de embriaguez.

Conforme boletim de ocorrência, testemunhas contaram que a vítima atravessava a via, quando foi atropelada por um Ford Fiesta. Ela sofreu vários ferimentos, sangramentos na cabeça e morreu no local. O óbito foi atestado pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Nervoso, o condutor do carro apresentava sinais de embriaguez como olhos vermelhos e odor etílico. Ele contou que havia consumido bebida alcoólica e seguia para o Bairro Universitário, onde iria festejar seu aniversário, quando avistou a mulher atravessando a rua correndo e ainda buzinou para alertar, mas mesmo assim a vítima continuou e houve a colisão.

Elenilda foi arremessada a cerca de 2 metros do ponto de colisão. Segundo relatos da amiga da vítima à polícia, o acidente aconteceu porque o carro estava em alta velocidade. Outra testemunha relatou que a mulher não aguardou o automóvel e atravessou na frente dele.

Foi confeccionado um termo de constatação de embriaguez e o condutor foi preso por dirigir sob efeito de álcool. Não foi informado se ele foi submetido ao teste do bafômetro. O caso segue sob investigação da 1ª Delegacia de Polícia Civil do município. O Ford Fiesta que ficou com o vidro quebrado do para-brisa quebrado e com para-choque dianteiro danificado foi levado para ser periciado.



Comentários

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE