IVINHEMA: Delegacia de Polícia Civil cria espaço infantil 'Projeto Criança Acolhida'

O espaço é destinado para o acolhimento das crianças que acompanham as genitoras no momento do registro da ocorrência

| REDACAO ACONTECEUMS


O ambiente conta com brinquedos, massa de modelar e um espaço para pinturas. (Foto: Divulgação Polícia Civil de Ivinhema)

A Delegacia de Polícia de Ivinhema, que já possui um cartório especializado para o atendimento dos casos de violência doméstica e familiar contra a mulher, inova ao criar um espaço infantil para o acolhimento das crianças que acompanham as genitoras no momento do registro da ocorrência.

O ambiente conta com brinquedos, massa de modelar e um espaço para pinturas. O projeto foi idealizado pela investigadora de Polícia Marcela Canoff Buzzachera, o qual, teve amplo apoio e autorização da Delegada Titular, Gabriela Ribeiro de Souza e Violin.

O intuito do projeto é que, enquanto as mães registram a ocorrência e narram toda o histórico de violência familiar, que a criança fique entretida com os brinquedos, não dando ouvidos ao que é relatado. Isso minimiza o sofrimento da criança e não a expõe, em boa parte das vezes, a uma situação de revitimização.

(Foto: Divulgação Polícia Civil de Ivinhema)

Já inaugurado, o espaço foi amplamente aprovado pelas crianças. “Senti muita diferença na hora das oitivas. Enquanto a conversa é sobre um acontecimento criminoso, envolvendo muitas vezes familiares da própria criança, ela (a criança) nem dá atenção para o que está acontecendo. Podemos conversar calmamente sobre tudo o que preciso”, diz a investigadora.

A Delegada, que apostou na ideia, também viu um resultado satisfatório. “É muito bom saber que aqui na nossa Delegacia tem um espaço sensível, pronto para atender as mães, sem deixar de lado as crianças que a acompanham”.

Elas explicam que o projeto só foi possível dada a cooperação dos demais colaboradores da Delegacia e ressaltam que algumas pessoas foram muito significativas para que o projeto fosse posto em prática. Podemos citar como envolvidos no projeto: Elisangela Cristina Dias, Paula Camila de Oliveira, Marielly Kloehn, Jalissom Simões, Andressa e Ageomarq Ferreira Quintana. Os servidores se uniram e além de brinquedos, doaram tempo e disposição para propiciar um ambiente agradável para essas crianças.

(Foto: Divulgação Polícia Civil de Ivinhema)


Comentários

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE